terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Fudendo a casada Na frente do marido corno

Conheci a Paula (não é seu verdadeiro nome), no Facebook. Uma loira, casada, linda e muito sensual. Na sua foto do perfil mostrava seu pé com três estrelinhas tatuadas ( eu adoro um pé feminino). Fiquei curioso com a foto do pé e disse a ela que adorei ela logo disse que seu marido também gostava, trocamos muitos coments e emails, e num dia ela me diz que seu marido queria vê-la fuder com outro homem e que seu desejo era fazer dupla penetração. De pronto me ofereci para ser esse homem, embora desconfiado se seria verdade mas estava com muito tesão só de imaginar. Continuamos a trocar vários emails e depois os números do telemóvel e numa tarde liguei para ela e disse que tinha q ser naquele dia, pois estava a trabalho por Lisboa e naquele dia tinha a tarde livre.
Marcamos as 16 horas em um café junto a Expo, ela chegou sozinha, disse q seu marido estava a trabalhar e nos encontraria em casa, não gostei da ideia e sugeri que fosse para o Hotel onde eu estava hospedado, ela ligou ao marido ele concordou e demos a morada. Bebemos 2 uisques cada um, saímos e caminhamos até ao Hotel, durante a caminhada pude reparar nas suas curvas, cabelos, roupas e também notava que as pessoas que passavam também o reparavam e sentia que ela fazia de propósito.
Ao chegar ao Hotel, comuniquei a recepcionista que estava a espera de outro cliente e que ela me avisasse quando ele chegasse, fomos para o meu quarto ao entrar ela tirou a roupa e pude ver o quanto ela é gostosa, com uma pele lisa e muito cheirosa e macia, quando senti o cheiro daquela mulher minha piça ficou dura na hora. Não perdemos tempo ela pegou e começou a chupar e chupou muito minha piça, ela se babava toda, passava no rosto chupava meu saco e elogiava muito minha piça, dizia que era bem grossa e gostosa de chupar, estava quase me vindo naquela boca maravilhosa, quando saltei para cima dela para a chupar. Ela estava toda depilada, sem nenhum pintelho, ela tem um gosto maravilhoso por mim passava horas a fazer oral. Ela veio-se e inundou minha boca. Depois disso coloquei ela de 4 e começamos já bem forte, pois estavamos os dois com muito tesão. Ficamos uns 20 minutos a #%&%$# gostoso, quando toca o telefone e era a recepcionista dizendo que chegou um cliente e se podia deixar ele subir. Disse que sim e abri a porta, e continuei a #%&%$# ela. Ele entrou e já se deparou comigo a #%&%$# a mulher de 4, percebi que ele gostou, olhou um pouco e foi tomar banho. Quando ele saiu da casa de banho, eu fui a casa de banho, com a intenção de os deixar um pouco a vontade. Saindo da casa de banho o vi a comer de 4 ela gemia muito, fui para sua frente e coloquei minha piça naquela boca deliciosa. Nesse momento ela parecia uma louca a chupar minha piça.
De repente ela para e diz, quero os 2 dentro de mim. Logo deitei, minha piça parecia uma pedra, ela sentou de frente para mim cavalgou um pouco olhou para ele e disse: "vem meu corninho", com piça dentro dela pude sentir ele a enfiar a piça dele no cú dela, a sensação era deliciosa. Começamos a bombear sem dó e ela pedia q fosse com mais força a mulher parecia q estar possuída, nunca vi uma mulher daquele jeito estava muito bom ela vinha-se uma atrás da outra, eu sentia fluidos a escorrer pelos meus testículos, depois de algum tempo ela disse que não aguentava mais, o marido se deitou e ela ficou de 4 a chupar ele, quando vi aquele cú pra cima não aguentei, cuspi para lubrificar e coloquei minha piça. Nisso ela começou a gemer muito, seu marido naõ aguentou e veio-se. Eu continuei a fuder o cú dela, quando estava para me vir tirava um pouco eu dava uma disfarçada, não queria me vir, queria aproveitar ao maximo a situação. Ela por sua vez mandava o marido ver como estava o cu dela, e perguntava se estava muito aberto, ele dizia que estava maravilhoso. Para minha surpresa e dele ela ordena que ele segure na minha piça e que enfie no cu dela, ele ao inicio recusou, mas depois sempre obedeceu e ficou meio sem jeito. Ai perguntei ao marido se podia continuar, ele disse que sim pois ele não aguentava mais. eu continuei com ela de tudo quanto era posição e ele só a olhar e se punhetar. Ela gostava de se exibir para ele. Depois de muito fuder resolvi me vir, quando anunciei ela pediu que me viesse na sua boca, não pensei duas vezes, tirei a camisinha, fui a frente dela que estava ajoelhada. Esporei naquela boca e ele a olhar tudo e se mastrubar com mais força, depois foi a vez dele de encher a boca da esposa. Fomos tomar banho os 3 juntos ainda tivemos direito a mais um broche. Hoje em dia somos amigos e sempre que vou a Lisboa recebo estes “clientes” no Hotel ou vou a a casa deles.

Um comentário:

  1. Meu caro amigo, que maravilha, uma mulher assim poucos tem o previlégio de ter nas mãos, aqui no Brasil não é diferente temos deliciosas mulheres sempre prontas o dificil é cornos como o seu amigo.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Seguidores